Como entrei de graça nos pontos turísticos de Paris

Várias atrações da França são gratuitas para menores de 18 anos e para jovens entre 18 e 25 anos residentes da União Europeia

08 agosto de 2019

Quando fazemos um planejamento antes de viajar, é comum estimar gastos com pontos turísticos da cidade – entradas de museus, parques e atrações gerais. Mas e se eu te disser que, pelo menos em Paris, eu consegui fazer todos eles de graça? Vou explicar.

Vários pontos turísticos não somente de Paris, mas de toda a França, são gratuitos para menores de 18 anos e para jovens entre 18 e 25 anos residentes da União Europeia. Como eu tenho cidadania e passaporte espanhol, consegui acessar várias atrações gratuitamente apenas apresentando meu passaporte. Lugares como o Museu do Louvre, Palácio de Versailles e Arco do Triunfo permitem a entrada gratuita com o documento. Já a Torre Eiffel, por exemplo, não aceita e você precisa pagar se quiser subi-la – o que eu particularmente acho desnecessário e expliquei o por que aqui.

Ok, eu sou maior de 26 anos ou não tenho cidadania europeia. O que posso fazer para economizar nos pontos turísticos de Paris?”

A primeira dica é checar a programação dos lugares. Aqui em São Paulo, o MASP tem entrada gratuita todas as terças-feiras. Vários museus da Europa fazem o mesmo – o ingresso para o Louvre sai de graça no primeiro sábado do mês, por exemplo! Entre no site oficial de cada atração e tente conciliar com o roteiro da sua viagem, mas levando em conta que a entrada gratuita pode fazer com que o local receba mais visitantes. 

Outra possibilidade para economizar em Paris é comprar o Paris Museum Pass, um passe que dá acesso a mais de 50 museus e monumentos da cidade luz. O valor do ticket depende da quantidade de dias que você irá utilizá-lo – dois dias, por exemplo, sai por 48 euros. Há também os tickets para quatro e seis dias, respectivamente 62 e 74 euros. Outra grande vantagem de usar o passe é que você não precisa enfrentar as enormes filas de bilheteria! Nós compramos dois (um para meu pai e um para minha mãe) no próprio aeroporto de Paris, mas você consegue ver outros pontos de venda no site oficial: www.parismuseumpass.com

autora da matéria Bárbara Pereira
compartilhe
comentários
comentários

Acompanhe no YouTube

Siga no Instagram @barbara_pereira

Foto meramente ilustrativa pra te perguntar: já acessou meu site novo? Gostou? Me manda sugestões de destinos e matérias que você quer ver por lá! O link dele tá na minha bio 💛✨
O Blog da Bárbara vai acabar. Ao longo dos últimos oito anos, ele foi o meu espaço para aprender sobre internet, produção de conteúdo, marketing digital, SEO, entre tantas outras coisas… E hoje consigo afirmar com todas as letras que ele fez total diferença pra eu me tornar a jornalista que sou hoje.
Hoje fomos conhecer o @carat.oficial, um espaço que abriu recentemente aqui em São Paulo e que reúne restaurante, rooftop e balada. O restaurante tem cardápio assinado pela chef @daysepaparoto_oficial, campeã do Masterchef Profissionais, e já adianto: tudo estava incrível! Da gastronomia ao atendimento, tivemos uma experiência ótima 💛
você e sua amiguinha quer subir na minha motinha? 🤪
O que eu queria fazer nas minhas férias: passear por Paris. O que realmente estou fazendo: lendo um livro que se passa em Paris 🙃
FAÇA UM PEDIDO ❤️🇮🇹 A Fontana di Trevi é uma fonte gigantesca construída há mais de três séculos. É um dos maiores símbolos da Itália, então atrai milhões de turistas anualmente para jogar moedas na fonte e fazer um pedido – tradição clássica, né? O mais legal é que essas moedas são constantemente recuperadas e doadas para instituições de caridade. A Fontana também apareceu diversas vezes em filmes, como no clássico ‘La Dolce Vita’.
matérias relacionadas