Páginas

28 de dezembro de 2016

Obrigada, 2016!

2016 foi um ano intenso de diversas maneiras. Comecei o ano com o pé direito, fazendo o que mais amo na vida, e agora me vejo encerrando-o da mesma maneira. Só isso já é motivo suficiente para justificar o quão incrível esse ano foi.

2016 foi um ano de mudanças. Entrei na faculdade e comecei a estudar o curso dos meus sonhos. Foi uma mudança que eu esperava e agarrei com tanta força de vontade que já comecei a colher os frutos dessa escolha. Entrei para o melhor trabalho que eu poderia ter achado para esse começo, e hoje me sinto sortuda por fazer parte de algo tão especial.

No meio do caminho, eu conheci pessoas maravilhosas. Pessoas com quem dividi as melhores risadas, os piores choros, as primeiras experiências e oportunidades tão únicas que dão até orgulho de olhar para trás e ver que o esforço não foi em vão.

Nesses últimos anos, sempre tive aquela sensação de que a minha melhor fase ainda estava por vir. Apostei minhas fichas em 2016, e não é que acertei? Talvez esse tenha sido o melhor ano da minha vida até o momento.

Além de começar a me descobrir profissionalmente em 2016, eu percebi o quanto cresci no âmbito pessoal. 2015 me trouxe alguns problemas à tona; problemas esses que eu precisava enfrentar, mais cedo ou mais tarde. Quando chegou 2016, eu sabia que teria que dar um fim a eles. Dito e feito. Como já diz Fabíola Simões em uma frase que eu amo, “E de repente, numa manhã qualquer, acordamos e percebemos que já podemos lidar com aquilo que julgávamos maior que nós mesmos. Não foram os abismos que diminuíram, mas nós que crescemos”.
Percebi, então, que a vida é feita definitivamente de momentos. 2015 foi tão difícil que às vezes desejava que ele acabasse. 2016 veio para provar que não tem fase ruim que dure pra sempre. 2016 chegou e me fez feliz como nenhum outro ano havia feito antes.

Para 2017, fica aqui meu pedido: que seja tão bom como 2016 foi para mim. E, caso não possa ser, que pelo menos me ensine e me mostre que de todas as experiências, as lembranças que levarei são os momentos incríveis que vivi.


Nenhum comentário:

Postar um comentário