Páginas

29 de maio de 2016

Moda, Glamour e oportunidades com Mônica Salgado

Eu já contei em alguns posts por aqui o quanto fiquei feliz ao ir pela primeira vez no SPFW. Além dos desfiles e celebridades que encontramos por lá, o evento me proporcionou uma experiência única: entrevistar a Mônica Salgado, editora-chefe da Glamour Brasil, que conheci ano passado. Eu e a Maria Clara fizemos apenas três perguntas, já que Môni estava trabalhando sem parar no lounge da Glamour. Entretanto, ela foi super atenciosa e nos contou várias coisinhas de sua carreira!

Como começou a sua relação com a moda?

A gente não consegue precisar muito bem quando começa... A minha mãe sempre foi muito vaidosa, sempre gostou muito de se arrumar, então acho que isso foi uma influência super positiva pra mim. Eu sempre me interessei muito pelo universo feminino. Cresci lendo revistas femininas com a minha mãe, então também acho que isso foi despertando uma feminilidade, uma vaidade, uma relação com a moda que depois virou profissão.

Qual foi o ponto mais alto da sua carreira?

Eu acho que o lançamento da primeira Glamour em abril de 2012 foi um momento muito emocionante pra mim. O primeiro Prêmio Geração Glamour em abril do ano passado (2015) também foi muito marcante. Foi uma noite muito especial e que eu nunca vou esquecer, como se eu estivesse casando de novo.

O que uma garota Glamour tem que ter? Alguém que queira trabalhar na Glamour ou no ramo da moda.

Se você trabalha com moda, é claro que precisa gostar de brincar e experimentar com a moda. Você ser o seu cartão de visita do jeito que você se veste é super importante. Acho que tem muito também de você estar no lugar certo, com as pessoas certas, fazer os cursos certos, de repente ter um mentor bacana na sua carreira que te ajude a chegar lá e que te abra algumas portas. A coisa do currículo é muito difícil porque a gente acaba recebendo muitos. Então como é que você vai escolher? Uma experiência fora também é muito legal, um estágio numa revista de fora, quando possível é muito bacana. Eu nunca fiz, então não é que isso fecha portas, mas é o que faz um currículo brilhar aos meus olhos... Ah, e o approach certo. Eu vejo pessoas que têm approaches muito equivocados na hora de pedir alguma coisa. Falta um pouquinho de bom senso e mão na massa. As pessoas querem o glamour, mas tem uma relação por trás que é muito importante pra formar bons profissionais.


A entrevista (que mais foi um bate-papo) foi uma delícia! Obrigada pela atenção, Môni =)

VEJA TAMBÉM

27 de maio de 2016

6 séries que você PRECISA assistir no Netflix!


Tá procurando alguma série nova pra assistir? Olha só a minha dica de hoje: 6 séries imperdíveis para assistir no Netflix! 


Agora é a vez de vocês: qual série vocês mais gostam e que está no Netflix?

CLIQUE AQUI E CONFIRA MAIS VÍDEOS DO MEU CANAL NO YOUTUBE

24 de maio de 2016

Restaurante em SP: Bistrot Bagatelle

Mais uma edição do Restaurant Week chegou à São Paulo mês passado e eu não poderia perder, né?! Já comentei várias vezes por aqui que gastronomia é uma grande paixão e eu simplesmente amo conhecer restaurantes novos em qualquer lugar que eu vá!

O Bistrot Bagatelle é super badalado aqui em São Paulo, mas há também filiais em outros lugares. No Brasil, temos em São Paulo e no Rio de Janeiro. Já no exterior, as cidades são: Los Angeles, Nova York (matriz), St Barth, St Tropez, Miami, Dubai e Punta del Este. 

Aproveitei que o restaurante de culinária francesa estava participando do restaurant week e fui lá provar alguns pratos - deliciosos, diga-se de passagem!

Pãozinho com patê e manteiga

Queijo de cabra com tomate confitado e abobrinha grelhada

Peixe do dia com purê de ervilha

Boeuf Bourguignon (picadinho francês cozido no vinho tinto, champignon e purê de batata)

Gnocchi aux potiron (gnocchi, abóbora, brócolis grelhado e sálvia)

Île flottante (claras em neve cozidas no leite perfumado, creme de maracujá e caramelo)

Banana Split Bagatelle (doce de banana, sorvete de baunilha, morango e raspa de chocolate)

ENDEREÇO DO BISTROT BAGATELLE: Rua Padre João Manuel, 950 - Jardim Paulista - São Paulo/SP